Esqueça a Era da Inclusão Digital, Seja bem-vindo a Era da Educação Digital.

Mais um brilhante texto da nossa aluna Adriana Costa

Primeiramente gostaria de agradecer aos comentários que venho recebendo sobre meus textos. E estou adorando  as sugestões de temas continuem mandando. Vamos ao artigo.

Queria dar continuidade a reflexão que propus a vocês no texto que escrevi semana passada  sobre o comportamento do usuário na rede; esta semana li um artigo na revista Exame INFO que também alerta aos cuidados com o uso das redes sociais. Onde cita casos de extradição, fim de casamentos e demissões.

Bom o ponto em que quero chegar, é que as empresas têm que perceber que já não estamos mais em uma fase de inclusão digital onde o propósito é ter a democratização do acesso as tecnologias da informação e permitir a inserção de todos da sociedade.

Pois bem! No Brasil já possuímos 210 milhões de celulares (dados teleco 2011), sendo que 20 milhões são smartphones, ou seja, pelo menos 20 milhões de brasileiros já têm acesso a internet móvel no país. Tendo a liberdade de acessar a internet a qualquer hora e em qualquer lugar.

E como as empresas vão controlar seus colaboradores aos acessos a redes sociais?

A princípio as empresas achavam que só bloquear o acesso era a solução, e até obtiveram sucesso enquanto os aparelhos móveis não eram de fácil acesso a população.

Compreendo também que algumas empresas usam como argumento como por exemplo: não ficar expostos a riscos de segurança de informação, vírus, baixa produtividade do funcionário, entre outros. Porém, basta o funcionário retirar seu celular do bolso ter WAP e pronto já está conectado.

As empresas têm como dilema agora é educar seus colaboradores ao bom senso e bom uso da internet, fazendo palestras, criando política de uso, distribuindo cartilhas de bons hábitos, enfim são inúmeras as formas para se conscientizar. Pois a boa e a velha forma de “bloquear tudo” já não faz mais sentido. Até por que muitas empresas possuem perfis nas redes sociais e se não possuem, estão sendo mencionadas pelos usuários.

Vale à pena deixar aqui algumas dicas de comportamento tanto para os usuários quanto para as empresas.

  • Aceite só pessoas que realmente você conheça.
  • Coloque fotos de baixa resolução, isso evita montagens indevidas.
  • Evite deixar eu seu perfil fotos muito atuais, tente deixar fotos de close ou um pouco mais desfocada.
  • Deixe seus dados pessoais abertos somente para os amigos.
  • Cuidados com frases que sem contexto possam ser mal interpretada.

Empresas:

  • Formule cartilhas de bom uso.
  • Lembre-se que sua empresa sempre é citada na rede
  • Responda na medida do possível no mesmo canal que surgiu as criticas e sugestões de seus consumidores.
  • Que a resposta seja rápida, nem que seja para dizer que viu o comentário e em um estipulado tempo responderá.

Gostou do assunto? Podemos debater mais em meu twitter. @drikinhacosta06

Anúncios

Sobre Felipe Morais

Especialista em planejamento estratégico digital
Esse post foi publicado em Arquitetura de Informação, Cases de Marketing Digital, Comportamento do consumidor, Conteúdo, Cursos de marketing digital, e-consumidor, Experiência de Compra, Geolocalização, Geotargeting, Inovação, Marketing de busca, Marketing Digital, Otimização em buscadores, Pós Graduação em marketing digital, Planejamento Estratégico Digital, Presença Digital, Redes Sociais, SEO e SEM, Tendências. Bookmark o link permanente.

4 respostas para Esqueça a Era da Inclusão Digital, Seja bem-vindo a Era da Educação Digital.

  1. Parabéns pelo texto, compartilho dessa mesma idéia, quando eu era coordenadora de marketing na outra empresa em que atuei, o pessoal de redes por pedido da diretoria, bloqueavam as redes sociais e canais como youtube, enfim, arrumei uma bela discussão na empresa, porque meu trabalho na era digital era estar nas redes, e tive que explicar com apresentações e dados de métricas como era importante para nós temos contas e acessos nesses ambientes. Enfim, fiz um ótimo trabalho na empresa que depois foi elogiado, porém ainda tinhamos alguns departamentos que não tinham acesso e utilizavam seus mobiles para se comunicarem durante o horário de trabalho.
    Concodro com você, a empresa ainda está recém nascida no ambiente digital e precisa mudar sua mente, pois ela está lá sem saber e precisará ajudar a criar o novo comportamento do colaborador.

    • Adriana Costa disse:

      Pois é Talita, o bom é que você conseguiu persuadir a empresa em que você atuava, acho qua a abertura das portas para a liberação de acesso está na mão da área de marketing. Vamos continuar com a discussão e abrir o caminho para essa nova educação.

  2. Adriana disse:

    PARABENS DRI!!!! Muito bom o texto.
    E uma outra coisa que eu gostaria de acrescentar. Hoje muitas empresas conseguiram aumentar em até 20% seu faturamento com vendas pelas redes sociais!
    É isso ae, vamos ganhar $$$ ao invés de perder tempo “bloqueando”… rsrsrs

    • Adriana Costa disse:

      Excelente dado Adriana, de fato as empresas tem que perceber que as mídias sociais são mais uma ferramenta importantíssima para comunicação é não um “bicho papão”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s